terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Nazareth Peres - Poesia do dia a dia: Questão de Fé

Nazareth Peres - Poesia do dia a dia: Questão de Fé:                                                QUESTÃO DE FÉ             Eu me encontrava na frente do santuário do bairro em que morei...

domingo, 18 de janeiro de 2015

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Mensagem de Natal - 2014

NATAL 2014 “Se eu falasse todas as línguas, as dos homens e as dos anjos, mas não tivesse CARIDADE, eu seria como um bronze que soa ou como um címbalo que retine. Se tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, mas se não tivesse CARIDADE, eu seria nada. A CARIDADE é paciente, é benigna; não é invejosa, não se ensoberbece; não faz nada de inconveniente, não é interesseira, não se encoleriza, não guarda rancor; não se alegra com a iniquidade, mas regozija-se com a Verdade. Suporta tudo, crê tudo, espera tudo, desculpa tudo. A CARIDADE não acabará nunca.” Epístola de São Paulo I- aos Corintios-12,31 As bênçãos e alegrias do Natal, acompanhem todo o nosso Ano Novo de 2015! Nazareth Peres Acervo pessoal: “Minhas Flores e Cores” : Para enfeitar os nossos dias!